Marketing

Marketing Tradicional vs Marketing Digital, qual ganha a batalha?

Atualmente vivemos num mundo em constante movimento e transição. Um mundo que começou numa realidade absoluta e foi, pouco a pouco, misturando-se com o virtual e a web. Ser ou não ser? Online ou Offline? Analógico ou Digital? Estas são as novas questões fundamentais do marketing.

Não existe necessidade de ter que optar por um ou por outro, porque tanto o marketing tradicional como o digital, tem o mesmo objetivo, apenas com diferentes contextos tecnológicos. Ainda assim, o mercado já tomou uma opção e, hoje em dia, a principal tendência nas empresas é prosseguir para a transformação digital: maior rapidez e eficiência de processos, mais espaço e organização na capacidade de arquivo e mais qualidade nos processos.

O meio digital surgiu do analógico, como uma forma de evolução, para vencer desafios logísticos, trazendo consigo todo um novo mundo de possibilidades. Por isso, hoje vamos falar das diferenças entre marketing tradicional analógico e marketing digital, para entender e poder beneficiar destes universos que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não são opostos, mas sim complementares.

A web / o mundo online

A Internet surgiu em 1995, poderíamos dizer que cinco minutos antes do início do milénio, e veio modificar a nossa visão do mundo. Logo à partida, quase sem nos apercebermos, estávamos globalizados e todo o nosso universo de limitações materiais estava reformulado. Surgiu um mundo virtual, quase como um sonho, um lugar onde tudo pode acontecer e que não ocupa espaço.

Estamos a um clique de distância de qualquer lugar, podemos chegar a todos os bens intangíveis quase de forma ilimitada, enviar mensagens que chegam instantaneamente a várias pessoas e partilhar qualquer coisa, a qualquer hora. Com todas estas alterações, é apenas uma questão de tempo até que o marketing comece a mudar também.

A web solitária 1.0

Quando surgiu, a internet era unidirecional e com conteúdos estáticos que não se atualizavam, a não ser que fossem novamente adicionados. O seu principal meio de comunicação era o e-mail. Foi a modalidade inicial até a grande mudança em 2003, que permitiu a interação e deu lugar ao enriquecimento da experiência do utilizador.

marketing tradicional

A web social 2.0

É a partir deste momento que surge a visão da comunidade virtual, esta é a internet interativa e colaborativa, de páginas que facilitam a livre circulação de informação e que tem o seu design pensado para o utilizador. Não foi apenas uma atualização, a troca da web 2.0 em relação à web 1.0 foi uma mudança na forma de pensar.

o que é marketing digital

A web semântica 3.0

Para completar o avanço, foi inventado finalmente o que o ser humano necessita: alguém que o compreenda. A capacidade de absorver informação criou uma situação inédita na nossa história, a web pode prever os nossos interesses e, dessa forma, permite-nos realizar os dois tipos de marketing. Podemos compreender melhor as tendências, hábitos e condutas de um grupo específico para, dessa forma, saber que tipo de abordagem é a mais indicada.

estratégia de marketing

Definições

O marketing tradicional caracteriza-se por ser uma forma de nos posicionarmos frente ao mercado, portanto é como uma maneira de pensar. O marketing digital é, por sua vez, uma forma de pensar mais dinâmica tendo em conta as facilidades do mundo digital, ou seja, sofreu uma evolução e adaptou-se aos novos meios de distribuição e produção.

Marketing tradicional vs marketing digital: Qual é melhor?

Depende da sua necessidade, mas ambos tem vantagens e apresentam diversos aspetos em comum. De uma forma muito geral, pode dizer-se que o marketing tradicional tem espirito mais agressivo, procura atingir públicos muito específicos, tem foco no produto e no vínculo com o cliente, é muito intenso e efémero.

No marketing digital, há uma comunicação mais leve, invisível e constante. Baseia-se no tempo. Enquanto no mundo analógico, é o usuário que se adapta aos dispositivos, no mundo digital, são os dispositivos que se adaptam ao usuário. Se no mundo analógico, quando perdia um capítulo de uma série era muito difícil revê-lo, no mundo digital em apenas um fim de semana pode ver todos os 24 episódios!

Talvez a grande diferença seja a personalização e o respeito pela experiência individual. O marketing tradicional não tem essa capacidade de prever um relacionamento, vive apenas do momento, enquanto que o marketing digital faz parte da sua vida.

A interatividade

Vamos fazer o seguinte exercício: Faça uma mesma questão sobre um tópico específico para uma TV e para o Google. Sem dúvida, o Google vai dar uma resposta melhor. Parece uma piada, mas não é.

No marketing tradicional lidamos com objetos eletrónicos, como uma televisão ou um telefone, enquanto no marketing digital lidamos com Inteligência Artificial.

estratégia

A interatividade é a grande diferença entre estes tipos de marketing. O mundo digital é um gigantesco algoritmo que interpreta individualmente as nossas intenções e necessidades. O que as empresas perceberam foi que, quanto mais interatividade proporcionam, mais dados conseguem recolher.

À medida em que navegamos na internet, deixamos vestígios que são processados e convertidos em relatórios, portanto, a interatividade tornou-se a principal fonte de obtenção de informações do usuário, de uma forma voluntária.

Transformação digital

Tanto o marketing tradicional como o marketing digital, partem do mesmo objetivo: vender um produto. A diferença é que vê o utilizador como um co-autor e não como um simples espectador.

Por isso, para as empresas, aderir à transformação digital passou a ser um tema de sobrevivência. Este é um conceito que está no seu auge atualmente, e consiste exatamente na transformação dos processos da sua empresa de analógicos para digitais.

O marketing não é apenas o que é visível, a parte de mostrar o seu produto nada mais é do que a ponta do iceberg, há uma parte profunda e invisível de processos complexos e demandas de comunicação entre as equipas.

É por isso que o mundo digital prevaleceu, devido à sua relevância na esfera económica. Ele acelera e qualifica os processos internos e externos de todo o sistema. Mas tenha atenção, isto não significa que o marketing tradicional tenha perdido o lugar, pelo contrário, ganhou possibilidades de desenvolver o seu trabalho.

Retroalimentação

São estilos de marketing que se retroalimentam. Por exemplo, se fizermos uma analogia poderíamos dizer que no mundo digital, tudo o que se refere a anúncios “Ads” dos diversos serviços digitais, é de alguma maneira, produto do pensamento tradicional do marketing aplicado no mundo digital. Por isso, devemos interpretar estes dois estilos como duas realidades vigentes, ambas relevantes, que coexistem em harmonia e se apoiam.

Porque optar pelo marketing tradicional?

– Porque procura resultados imediatos.

– Porque o seu produto é transversal a todos os públicos alvo e necessita de uma divulgação em massa.

– Porque é uma empresa líder muito conhecida e com muitas oportunidades de venda.

– Porque toda a gente está à espera do seu produto.

– Porque tem um catálogo impresso e trabalha com vendas diretamente ao cliente.

Porque não optar pelo marketing tradicional?

– É mais caro, devido às suas características, o espaço de publicidade num determinado horário é muito disputado.

– É muito difícil de medir, o que dificulta muito a monotorização da campanha e ajustes. Apenas sabemos os resultados mas não sabemos a sua evolução.

– Gera muito poucos espaços de contacto e troca de ideias. Tem um perfil de vínculo estritamente empresarial, independente do conteúdo da sua campanha.

marketing tradicional

Porque optar pelo marketing digital?

– Porque se centra no consumidor e não no produto.

– É muito mais acessível a nível de custos.

– Pode ser medido, monitorizado e ajustado em tempo real.

– No final da campanha permite que nos informe do comportamento do consumidor.

– O conteúdo permanece na web durante o tempo da campanha.

marketing digital

Porque não optar pelo marketing digital?

– Porque a sua audiência não usa maioritariamente os meios digitais.

– Porque não tem tempo e necessita de resultados rápidos.

– Porque trabalha com um público que desconfia da segurança da internet.

– Porque o seu público já sofreu algum tipo de deceção a comprar na internet e ao receber o produto.

O nosso conselho é que pense como o marketing tradicional e, ao mesmo tempo, utilize os meios da era digital. Resumidamente poderíamos dizer: Venda como um clássico, fidelize como um digital!

Marketing

Gostou deste artigo? Esperamos tê-lo ajudado a entender melhor como pesar de uma forma criativa e atual, para que consiga os melhores resultados utilizando o melhor de ambas as técnicas porque, independentemente de quanto avança o digital, é sempre necessário lidar com o mundo real. Deixe o seu comentário!

Este artigo foi escrito por Marketing de Conteúdos, Rock Content

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *