Gestão & Negócios Marketing

Tudo o que precisa de saber para se preparar para a Black Friday

A Black Friday é considerada o melhor dia de descontos do ano já que, cada vez mais as empresas aderem a esta iniciativa e oferecem descontos imperdíveis.

Para começar: sabe como surgiu esta iniciativa?

 

O que é a Black Friday? Quando é a Black Friday? Onde é a Black Friday?

Estas são algumas questões frequentes e de resposta rápida! A Black Friday teve origem nos Estados Unidos e ocorre sempre na quarta sexta-feira de Novembro, ou seja, depois do Dia de Ação de Graças – que se celebra nos Estados Unidos na quarta quinta-feira do mês de Novembro. Neste dia, muitas marcas e lojas realizam descontos – por vezes grandes descontos – o que se torna um bom motivo para que os consumidores aproveitem a data para realizar compras – recorde-se que, nos Estados Unidos, este dia coincide com a abertura da temporada de compras Natalícias! Apesar de ter começado na América do Norte, a Black Friday tornou-se mundialmente conhecida e, neste momento, é celebrada em inúmeros países e em diferentes continentes. Portugal não é exceção e, por isso mesmo, deixamos-lhe de seguida um conjunto de dicas para que possa tirar maior proveito da Black Friday.

 

Black Friday : porque deve aproveitar a ocasião

Grande parte dos consumidores aproveitam para realizar as suas compras de Natal ou para apostar em compras cujo valor seria elevado – maximizando a poupança. Adicionalmente, muitos gestores, para além de realizarem descontos de Black Friday, aproveitam para realizar compras para o seu negócio noutras lojas. Independentemente do tipo de compras que pretende realizar, se está a pensar aproveitar a Black Friday , existem alguns aspetos que deve ter em consideração para não cometer excessos – lembre-se que o objetivo deste dia é poupar e evitar gastar ainda mais!

 

  1. Prepare-se para a Black Friday

Comece por realizar uma lista com as coisas que realmente lhe fazem falta. Uma boa opção é organizar a lista por temas para que consiga ter uma perceção imediata sobre as lojas a que se deve dirigir – opte por criar secções como por exemplo casa, equipamentos eletrónicos, férias, entre outras famílias de produtos ou serviços que lhe podem ser úteis. No caso das empresas, a situação deve ser muito similar: apostar em listas permite um controlo de custos mais apertado e, assim, estará a comprar o essencial para garantir uma boa gestão do seu negócio – tecnologia (computadores, telemóveis, projetores, entre outros), material de escritório (Papel Timbrado ou Carimbos, por exemplo), produtos de marketing (Cartões de Visita, Flyers, Expositores, Roll-Ups, entre outros), veículos (compra de automóveis comerciais, reparação das viaturas ou outras opções relacionadas com a frota da empresa) são apenas alguns exemplos.

 

 

  1. Crie um plano estratégico para as suas compras

Este é um aspeto importante: comece por validar quais as lojas que vendem os produtos ou serviços que procura. Se já tem em mente uma loja especifica para os produtos que pretende adquirir, veja os descontos que esse espaço está a oferecer e confirme se compensa realizar a compra na Black Friday ou se os descontos não são suficientemente apelativos – nesse caso, poderá comprar em qualquer altura do ano.

 

  1. Estabeleça um limite

Quanto pretende gastar? Ou melhor, qual o valor de que pode despender? Estabelecer um limite é muito importante para que possa definir prioridades e, se os preços forem superiores ao que esperava, será mais fácil decidir o que não pode comprar na Black Friday. Esta questão também está relacionada com o sentido de oportunidade – podem existir grandes descontos em bens que não estão no topo da sua lista de compras e, neste caso, é importante que possa perceber se compensa ou não aproveitar a oferta em detrimento de outras compras mais relevantes, mas cujo desconto é inferior.

 

 

 

  1. Ofertas limitadas 

Quando realizar a sua lista, para além das prioridades que referimos anteriormente, identifique também os produtos que podem esgotar facilmente – se estiverem no topo da lista, então essas devem ser as suas primeiras compras.

 

  1. Compras na Internet 

Atualmente, comprar online é uma prática muito comum. As vantagens de utilizar a web para realizar compras são inúmeras e, na Black Friday, não será exceção: muitas lojas disponibilizam descontos exclusivos para clientes online e, por isso, terá oportunidades únicas; adicionalmente, não estará sujeito às filas de pagamento que tão bem caracterizam a Black Friday e, para além disso, não vai sentir qualquer pressão para realizar a compra – algo que acontece com frequência quando já existem poucas unidades de um produto. Se tem um negócio, o facto de realizar compras online na Black Friday tem ainda uma outra vantagem, que se relaciona com o facto dos descontos por quantidade – algo difícil em loja física, uma vez que nem sempre existe um elevado stock.

 

 

  1. Não se deixe levar pela emoção

É normal que os descontos e as campanhas promocionais realizadas pelas marcas sejam muito apelativas – não é por acaso que a Black Friday é considerada a melhor data do ano para realizar compras. No entanto, sempre que isso acontecer, lembre-se da sua lista – recorde as suas prioridades e tenha em consideração o budget que definiu.

 

 

  1. Cuidado com falsos descontos

Algumas empresas aumentam os preços dos produtos nesta época do ano, para poderem anunciar descontos mais agressivos e cuja percentagem é muito elevada. Tenha atenção a este pormenor e verifique se o preço original dos produtos está dentro do intervalo de preços que considera aceitável. Esta é uma má prática por parte de algumas marcas e algo que, se tiver um negócio, deve evitar – é preferível fazer descontos de menor valor e não enganar os seus clientes.

 

 

Quando é a Black Friday ?

A Black Friday acontece sempre na 4ª sexta feira do mês de Novembro. Fique atento às melhor promoções!

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *